Obtenha 33% de ossos mais fortes

Céu, Planície, Paisagem natural, Paisagem, Terreno, Planta lenhosa, Campo, Pastagem, Escultura, Solo,

É uma contradição frustrante: você precisa se exercitar para manter sua massa muscular e, dependendo do tipo de atividade, construir seus ossos, mas a pesquisa também mostra que malhar também pode contribuir para a perda óssea e fraqueza óssea. A boa notícia é que tomar uma combinação de cálcio e vitamina D parece ajudar a proteger os ossos da deterioração relacionada ao exercício, descobriu um estudo da Universidade do Colorado.

A equipe do estudo deu a 52 pessoas doses de 1.000 mg de cálcio e vitamina D 30 minutos antes ou 1 hora após o exercício. Entre aqueles que tomaram os suplementos antes do treino, uma medida importante da perda óssea melhorou, de acordo com os resultados apresentados na semana passada na reunião anual da Endocrine Society. Essas descobertas se baseiam em outro estudo da Universidade do Colorado, publicado no ano passado por um membro da mesma equipe de pesquisa, que descobriu que 1.000 mg de cálcio retardou a deterioração óssea em 33% em comparação com um placebo.



Quando você se exercita, os níveis de cálcio no sangue caem, o que sinaliza a seu corpo para produzir um hormônio que rouba cálcio de seus ossos, explica a pesquisa do Colorado. Essa perda de cálcio leva a uma condição chamada reabsorção óssea, que com o tempo pode levar a ossos quebrados, problemas de quadril e articulações e artrite, mostram os estudos. Mesmo se você não fizer exercícios, quase 1% da densidade mineral óssea é perdida todos os anos após você completar 65 anos, de acordo com uma pesquisa do Hospital Beth Israel de Boston.



Mais da Prevenção: O treino anti-envelhecimento

Portanto, você deve começar a administrar o cálcio e a vitamina D antes do treino? Como a pesquisa do Colorado é preliminar, é difícil dizer exatamente quanto desses suplementos você precisa antes ou depois dos exercícios, diz a co-autora do estudo Vanessa Sherk, PhD, pesquisadora do Campus Médico de Anschutz no Colorado. Dito isso, o National Institutes of Health recomenda que todos os adultos consumam pelo menos 1.000 mg de cálcio por dia, e quase isso D. Além disso, muitos estudos vincularam muito pouco D a questões de saúde óssea.



Seu take away? Estourar 1.000 mg de cálcio e vitamina D diariamente - de preferência antes do treino - pode ajudar a evitar a perda óssea relacionada à idade ou ao exercício, indicam as pesquisas. Se você não gosta de pílulas, iogurte, leite, salmão e a maioria dos vegetais verde-escuros são boas fontes de cálcio. D é mais difícil de encontrar, mas peixes gordurosos, gemas de ovo e 15 minutos de sol são opções D-light.

Mais da Prevenção: A bebida que protege seus ossos e 12 maneiras de proteger seus ossos