O doloroso efeito colateral do refrigerante

Linha

Adicione isso à lista de razões pelas quais você economiza refrigerante apenas para raras festas de aniversário com números primos: eles podem estar na raiz de pedras nos rins.

De acordo com um novo estudo do Brigham and Women’s Hospital, certas bebidas adoçadas com açúcar (estamos olhando para você, refrigerante) colocam você em maior risco de pedras nos rins. Os pesquisadores analisaram 16 anos de dados de saúde de cerca de 194.000 participantes, todos envolvidos em grandes estudos de coorte. Os resultados, publicados em Jornal Clínico da Sociedade Americana de Nefrologia , mostrou que, embora os médicos recomendem engolir muito líquido para evitar pedras nos rins, nem todas as bebidas resolverão o problema.

Quem é o vilão da sua bebida? Surpresa, surpresa: é a frutose, que estudos anteriores descobriram estar associada a pedras nos rins. A frutose aumenta a excreção de cálcio, oxalato e ácido úrico, que contribuem para a formação de cálculos.



E não são os bebedores de refrigerante e gulpers Big Gulp que estão em risco. Os participantes que beberam pelo menos uma cola adoçada com açúcar por dia tiveram um risco 23% maior de desenvolver cálculos renais do que aqueles que abriram menos de uma lata por semana. As bebidas adoçadas artificialmente não apresentaram tendências estatisticamente significativas de qualquer maneira. Mas os hábitos açucarados de ponche-sippers os tornaram 23% mais propensos a desenvolver pedras.

Isso não quer dizer que você está preso à água pura e velha se quiser fazer uma dieta segura para cálculos renais. Pessoas que beberam pelo menos uma xícara de café com cafeína tiveram um risco 26% menor; os viciados em café descafeinados tinham 16% menos probabilidade de sofrer de pedras; e uma xícara de chá diária reduziu o risco em 11%. O suco de laranja, embora seja rico em frutose, também reduz o risco em 12%, já que também é rico em citrato de potássio, que mitiga a pedra. E permita-nos apresentar uma troca de refrigerantes que você não vai se importar nem um pouco: o vinho tinto afoga o risco em 31%, o vinho branco em 33% e a cerveja em incríveis 41%.

Ficou confuso com as pedras nos rins? Cerca de 7% das mulheres e 11% dos homens sofrem com eles, e geralmente são recorrentes. Confira tudo o que você precisa saber sobre pedras nos rins, cortesia da Harvard Medical School.